Jump to content
Sign in to follow this  
aerdelta777

BRASIL E FRANÇA...

Recommended Posts

"Correio Braziliense 26 Janeiro 2008

Defesanet 28 Jandeiro 2008

 

Conexão Diplomática*

Parceria estratégica

Claudio Dantas Sequeira

Brasil e França estão prestes a firmar uma inédita parceria estratégica na área de defesa. Não se trata apenas da compra de aviões, submarinos ou outros equipamentos militares. Os governos de ambos os países negociam a assinatura de um acordo do tipo SOFA (Status of Forces Agreement), pelo qual se eliminarão as exigências legais para o trânsito de militares franceses em território brasileiro. A partir daí, as duas forças ficarão livres de prestar contas às aduanas e os efetivos só poderão ser processados civil ou criminalmente na Justiça de suas respectivas pátrias. Permite ainda a prestação de serviços no outro país, condição básica para convênios que compreendem troca de tecnologia e a visita constante de técnicos.

 

Mas o estabelecimento de um “Acordo de Status das Forças” também significa a ante-sala para a instalação de bases militares no país signatário. Foi assim, por exemplo, que os Estados Unidos ampliaram sua presença no planeta durante o século 20. Os franceses estão eufóricos, pois tentavam arrancar essa parceria dos brasileiros desde 2005. A caserna, que sempre foi contra e até rejeitou proposta semelhante dos Estados Unidos, cedeu ante a promessa do reaparelhamento.

 

Uma missão de representantes dos ministérios de Relações Exteriores, Defesa e Fazenda passou a semana em Paris finalizando os detalhes do documento, que será firmado pelo ministro Nelson Jobim nos próximos dias.

 

É o primeiro do SOFA que a França assina com um país fora da Otan, num momento em que Lula e Nicolas Sarkozy se preparam para colocar a pedra fundamental da ponte que ligará o Brasil à Guiana Francesa. O encontro será no dia 12 de fevereiro. Para abril, já está marcado treinamento dos pilotos franceses no porta-aviões São Paulo.

 

*Nota - Conexão Diplomática coluna publicada aos Sábado no Correio Braziliense"

 

 

Será que num futuro vem Rafale, Scorpènne e tecnologia p/ o sub nuclear em troca de $$$(muita $$$) e liberdade p/ bases francesas em solo pátrio? Amazônia...?! :blink: ou nada disso, apenas fantasia...?! e A Venezuela e os problemas que Chavez anda criando, Guiana Francesa e disputa de território, FARCs, Colômbia, EUA... tráfico, petróleo, gás, Bolívia... o Brasil e o Lula Vs militares daqui... :blink: me parece todo um cenário nada harmônico p/ o futuro próximo... isso sem contar os problemas internos...

 

valeu pessoal

Edited by aerdelta777

Share this post


Link to post
Share on other sites

além dos rafale grátis, poderiam mandar uns alphajet pra treinamento avançado de piloto acrobático nos aeroclubes daqui

 

zueira silver heheheheh :biggrin::haha:

 

em abril então vai ter super etendard francês(ou rafale m?!) pousando no ex-foch...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pode esperara que ainda tem mais três anos de Lula e muita sacanagem.

Não sei até que ponto isso é bom ou ruim.

Sem a CPMF essa seria uma solução rápida para neutralizar o Chavismo, em contra partida uma base militar Francesa vai se fixar em solo Brasileiro.

Hoje isso não é problema, pois as relações entre os dois paises são muito boas, mas e no futuro, o que será.

Com certeza o reaparelhamento das forças Brasileiras será com equipamento Francês.

Uma coisa é certa, Chaves esta arrancando os cabelos. ahahahaahah :biggrin:

 

Se tiver Rafale pousando no Sampa vou me dar bem, ele ta sempre por aqui no porto. :ok:

Edited by Marcfighter

Share this post


Link to post
Share on other sites

"DEFESA@NET 30 Janeiro 2008

Correio Braziliense 30 Janeiro 2008

correio_braziliense.gif

Viagem França - Rússia

Militares terão livre trânsito

Claudio Dantas Sequeira

DEFESA@NET - Parceria estratégica - Claudio Dantas Sequeira Correio Braziliense - http://www.defesanet.com.br/md1/fr-ru_1.htm

Agenda Oficial Visita à França e Rússia-http://www.defesanet.com.br/md1/fr-ru.htm

 

Acordo firmado em Paris pelo ministro da Defesa, Nelson Jobim, prevê que forças dos dois países não precisarão prestar contas às aduanas. Aliança compreende ainda áreas da cultura, educação e economia

 

Os governos de Brasil e França deram ontem um passo decisivo para o estabelecimento de uma aliança estratégica. Como o Correio antecipou no sábado, foi assinado o primeiro Acordo de Status das Forças (Sofa), que prevê a livre circulação de militares brasileiros e franceses nos respectivos territórios. As duas forças também ficarão livres de prestar contas às aduanas, e os efetivos só poderão ser processados civil ou criminalmente na Justiça de suas respectivas pátrias — escapando assim da jurisdição do Tribunal Penal Internacional. O tratado, que precisará ser aprovado pelos Parlamentos de ambos os países, permite a prestação de serviços, condição básica para parcerias que compreendem a troca de tecnologia e viagens de técnicos.

 

O acordo foi firmado pelo ministro da Defesa, Nelson Jobim, e seu colega francês, Hervé Morin, em ato formal no Ministério da Defesa, em Paris. Jobim estava acompanhado do assessor internacional da Presidência, Marco Aurélio Garcia, e do ministro das Ações de Longo Prazo, Mangabeira Unger; além da embaixadora Vera Pedrosa. Fontes militares confirmaram à reportagem que a assinatura do Sofa favorece a realização de manobras e exercícios conjuntos, inclusive o patrulhamento dos rios fronteiriços na Amazônia. “Se a soberania dos rios é compartilhada, significa que há direitos e responsabilidades comuns”, afirmou um oficial graduado que acompanhou as negociações.

 

A iniciativa é oportuna, num momento em que se intensificam os esforços de integração com a Guiana Francesa. Para Salvador Raza, diretor do Centro de Tecnologia, Relações Internacionais e Segurança (Cetris), o novo acordo é marcante. “Trata-se de um ato político importantíssimo, que coloca o Brasil em uma nova era. O país passa a ser reconhecido como ator global, por meio de um mecanismo com certo peso no cenário internacional”, disse. O especialista vê na França a porta de acesso à tecnologia de toda a União Européia (UE) em matéria de defesa. “É a oportunidade de ganharmos certa autonomia depois da longa dependência tecnológica norte-americana. Em contrapartida, o Brasil será obrigado a construir um sistema de defesa articulado globalmente”, avisa.

 

Sarkozy

Antes de se se reunir com Morin, Jobim foi recebido no Palácio Eliseu pelo presidente francês, Nicolas Sarkozy, que teria se mostrado de acordo com o conteúdo geral da proposta do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A parceria estratégica entre Brasil e França teria como pedra angular o princípio da transferência de tecnologia. “Eu disse ao presidente Sarkozy que a premissa de todos os nossos entendimentos está no desenvolvimento de um parque estratégico tecnológico no Brasil com autonomia”, declarou Jobim. Presente à audiência no Eliseu, Morin disse que as linhas gerais da aliança compreendem também os setores cultural, educacional e econômico. “Desejamos que o Brasil seja o parceiro estratégico da França na América do Sul, do mesmo modo que desejamos que nosso país seja o parceiro privilegiado do Brasil na Europa”, afirmou Morin. “Estamos convencidos de que o mundo do século 21 terá o Brasil como potência.”

 

Os detalhes do acordo serão debatidos no encontro entre Lula e Sarkozy no próximo dia 12. “Será uma parceria estratégica não a curto, mas a longo prazo”, comentou o ministro francês. Jobin e Morin também conversaram sobre a colaboração para construir no Brasil um submarino de propulsão nuclear e helicópteros Super Cougar. Antes disso, a idéia é fechar a compra de submarinos de propulsão a diesel e elétrica do tipo Scorpene, por US$ 600 milhões. Também se estuda a aquisição de cerca de 30 aviões-caça supersônicos Rafale. Jobim visitará hoje a base aeronaval de Dugny, em Le Bourget, ao norte de Paris. De lá, partirá para Tolón, a base naval francesa no Mediterrâneo, a fim de conhecer um submarino nuclear de ataque. O ministro demonstrou interesse em aplicar diretrizes do programa Soldado do Futuro, desenvolvido pelas forças armadas da França."

 

 

É parece que algumas coisas estão caminhando certo... espero que os parlamentares daqui e de lá não emperrem esse acordo...

 

ah e a parte em negrito sobre responsabilidade conjunta dos rios fronteiriços da amazônia (com a guiana francesa certamente), já imaginava que teria algum pretexto p/ eles começarem a circular pela nossa região amazônica...

 

torço p/ que esse acordo que dá livre trânsito entre militares dos dois países seja mais p/ bom do que p/ ruim... 30 rafales... sub scorpene e ajuda p/ construir o sub nuclear e outros porjetos ñ ditos... parece que está razoável, imagino se fosse com os EUA, eles iriam de cara querer o controle da base de alcantara, iriam nos vender f-18 A/B p/ nós gastarmos com modernização e ainda por cima montar base na amazônia bem perto da venezuela p/ "segurar" o chavez... mesmo com base francesa aqui, ao menos, eles já tem a guiana e, teoricamente, vão nos elevar a potencia tecnológica na área de defesa, se cumprirem o que esta sendo dito.

 

parece que é o melhor... agora só esperar pra ver acontecer.

Edited by aerdelta777

Share this post


Link to post
Share on other sites

mais umas "fofocas" do assunto corrente....

 

"

DEFESA

DEFESA@NET 02 Fevereiro 2008

Correio Braziliense 02 Fevereiro 2008

correio_braziliense.gif

Viagem França - Rússia

Jogada de mestre

 

Claudio Dantas Sequeira

 

 

O ministro Nelson Jobim desembarca hoje em Moscou para a segunda fase de sua turnê internacional pelo mercado de defesa. Leva na maleta uma proposta que promete tirar o sono de ninguém menos que… Hugo Chávez. É que as cúpulas do Kremlin e do Planalto negociam em segredo a instalação em território brasileiro de um parque industrial para manutenção dos caças de combate russos e, possivelmente, helicópteros. Os mesmos que o caudilho venezuelano tem adquirido, às dezenas, com seus petrodólares. Chávez gastou US$ 3 bilhões em 24 Sukhoi Su-30MK2 e 33 helicópteros blindados de ataque, inclusive o poderoso Mi-35. Mas o acordo foi meramente comercial e não incluiu troca de tecnologia. Se fechado o negócio com o governo Lula, Chávez será obrigado a fazer a manutenção de suas aeronaves no Brasil. Nas palavras de um diplomata, “ele virá comer nas nossas mãos”.

 

Nunca antes na história deste país… se teve chance tão boa para garantir superioridade estratégica em relação à Venezuela, com incrível poder de contenção das estripulias bolivarianas. Os russos pensaram em montar seu aparato industrial lá em solo venezuelano, mas toparam com dois problemas: a carência de mão-de-obra especializada e um desgaste desnecessário (e extremamente arriscado) com os EUA — uma espécie de reedição da crise dos mísseis em Cuba, em 1962.

 

Para efeitos do novo programa de reaparelhamento brasileiro (F-X2), os russos mantêm a oferta de transferência de tecnologia a partir da compra de 36 aparelhos Sukhoi-35. Também se analisa a participação do programa russo PAK-FA T-50, um avião de combate de 5ª geração, que já conta com a participação da Índia. Para Lula, a parceria com os russos é complementar à aliança estratégica com a França. Enquanto a produção de helicópteros Cougar com o consórcio EADS acalma o poderoso lobby da Embraer, o negócio com os aviões russos satisfaz o comando da FAB. A Marinha terá seus submarinos e o Exército, seus blindados, sejam de Paris ou Moscou. Quanto mais diversificação, maior a autonomia do país."

 

 

É, 36 SU-35 com transferência de tecnologia e instalação de parque de manutenção dos mesmos em solo brasileiro obrigando Chávez à realizar a manute. dos su-30 aqui, é engraçado demais hahahaha :haha: se f%$#* se isso ocorrer...

 

huahauahua chavéz.... hahahah ha ha ha ha ha ha

 

se isso tudo for verdade... só esperando mesmo.

 

Edited by aerdelta777

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

×

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use, Privacy Policy, and We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue..