Jump to content

Bolovo

JUNIOR MEMBER
  • Content count

    37
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutral

About Bolovo

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    Brazil

Networking

  • Website
    http://
  1. Dúvidas

    Valeu, Silverbolt, mas como se registra no site do Capun?! E alguém sabe se o Marcfighter vai liberar algum dia aqueles skins que ele fez da FAB (Mirage 3 e tal?)
  2. Dúvidas

    Estou precisando do Meteor F8 feito pelo Charles. É desta screen, mas acho em lugar nenhum. Alguém tem?
  3. Comentario de um Argentino

    Olá Guilerme O Peru atualmente estuda a modernização dos Mig-29 e dos Mirage 2000P, mas falta dinheiro para isso. Existe também a história dos Su-30, mas eu não acredito muito. Eles também tem muita vontade de comprar uns R-99A e Super Tucano. O presidente Alan Garcia sabe disso, é um cara sério e vai tentar fazer o melhor. Acho que o melhor hoje seria botar tudo pra voar, depois pensar no resto. Ja a Argentina está pior ainda, dá até pena. Os Mirage III, Mirage V, Finger, estão todos velhos e caindo aos pesados, totalmente obsoletos. Os A-4 tem vários que estão parados também. O míssil mais moderno da frota da FAA é o AIM-9L/M, usado pelos Mirage III (também usa o Matra Magic I/II) e os A-4M.
  4. Comentario de um Argentino

    Não. São 10 Vieper C/D, 18 Vipers MLU, 16 Tigre III e talvez mais 6 Viper MLU mais tarde. Está em estudos a comprar uns AEW. E tudo indica que eles já tem o AIM-120C5 em solo chileno (até foto já saiu). O Peru está uma desgraça, primeiro tem que botar tudo para voar, os Mig-29 está com 2/3 parados, os Mirage 2000P idem, os Su-25 idem, os Su-22 idem, os R-77 já estouraram o prazo de validade e o Su-30 é apenas um boato...
  5. Revelados os participantes do Red Flag edição 08.3

    Isso. Os F-15 da USAF baseados em RAF Lakenheath (UK) e os F-5M do Pampa vão fazer a escolta dos B-52 americanos, Gripen suecos e F-16 americanos e turcos. Vai caber aos F-15 e F-16 dos Agressor da USAF atrapalhar tudo isso. E vai um KC-137 nosso também, para realizar revo. Alias, eles partem amanha para Nellis, são 6 mikes, 1 sucatão e 1 hercules.
  6. Será que o F-X sai antes de 2100?

    Não sei onde postar, mas aí vai... Legal o videozinho da SAAB, a dupla Erieye e Gripen é mto legal!
  7. Será que o F-X sai antes de 2100?

    Eu conheço um pessoal aí que tá dentro do assunto e é o seguinte. O Mirage 2000C não passa de 2013. Logo depois, vai chegar o FX (que tá entre Rafale, Su-35 e F-35).
  8. Super Tucano da Blackwater

    Não exatamente. Essa foto é em São José dos Campos/SP, sede da Embraer.
  9. Super Tucano da Blackwater

    Ao que tudo indica, a empresa de segurança privada norte-americana Blackwater tornou-se a primeira operadora privada, em todo o mundo, do turboélice de ataque brasileiro Embraer EMB-314 Super Tucano. Segundo nossa reportagem apurou, o exemplar de C/n 31400082 foi adquirido pela empresa norte-americana EP Aviation LLP, e já foi recebido, tendo a matrícula civil N314TG, emitida pela FAA (autoridade aeronáutica norte-americana), segundo a qual trata-se de um exemplar da versão EMB-314B1 (monomotor, biplace, segundo a documentação emitida nos EUA), com Código de Modelo S Nº 50653535. A certificação da FAA para o aparelho foi emitida em 21 de fevereiro deste ano. A EP Aviation tem sede em Maclean, na Virgínia, e seria uma “subsidiária” da Blackwater. Neste contexto, sabe-se extra-oficialmente que o Super Tucano estaria baseado no aeródromo de Elizabeth City – que fica cerca de 32km, apenas, da “base aérea oficial” da própria Blackwater. Desde agosto do ano passado, o meio aeronáutico mundial já sabia que a Blackwater estava buscando adquirir um turboélice militar Embraer EMB-314 Super Tucano, que seria utilizado para fins de treinamento de pilotos para combate anti-insurgência e anti-guerrilha, com a informação tendo sido dada pelo próprio presidente da empresa, Gary Jackson. Segundo fontes estrangeiras não-oficiais, entre as características que favoreceriam a escolha do avião brasileiro estava a sua baixa velocidade (se comparado a um jato), que o tornaria “um excelente avião de ataque ao solo”. Conhecida por ter contratos milionários com o governo norte-americano, servindo hoje como força militar privada à serviço deste, com um contingente enorme em países estrangeiros aonde existe intervenção dos EUA, como o Iraque, a Blackwater já possui uma força de helicópteros de combate, armados, mas aparentemente vinha sentindo necessidade de vetores aéreos tripulados de combate mais velozes e ágeis (sobretudo para suas operações no estrangeiro). Este Super Tucano, do qual se tem agora a confirmação de ter sido adquirido, seria o primeiro passo, pois servirá para o treinamento de pilotos. Segundo se sabe, este aparelho não deverá sair dos EUA, nem ser utilizado em combate real. Fonte: Notícias - revista ASAS É. A Blackwater viu o que militares americanos não quiseram vêr, ao adquirirem aquele Pilatus suiço disfarçado de Raytheon Mark não-sei-quanto. Fotos dele aqui em SJC (fotos da aerowordnews) Texto do colega Jambockrs, de outro fóum, e fotos do aeroworldnews.com.br Todo branco, bonitão!
  10. Pit WIP

    MUITO BOM! Previsão pra lançamento?! =D
  11. virou moda copiar...............

    O MRTA russo-indiano é um projeto um pouquinho só mais antigo, coisa de alguns meses, que o C-390 da Embraer. Mas vem dando tanto rolo com os a relação russo-indiana que talvez cancelem e os indianos pulem para o C-390. Mas se for para falar quem copiou quem, diria que a todo mundo copiou a Kawasaki então: Kawasaki C-1 Kawasaki C-X Silverbolt, entendo que você quer defender a Embraer mas é que é assim mesmo. Por exemplo, fazendo vista grossa, um 737-700 e um A-320 é praticamente a mesma coisa. Mas não é! Quando se tem requisitos parecidos, chega-se a resultados parecidos. É assim que funciona a coisa. Lá no Japão, há muito tempo, pediram um cargueiro bimotor, com capacidade parecido com a do C-130, chegaram ao C-1. Depois fizeram o C-X, que é mais novo. Na India pediram algo com requisitos parecidos, apareceu o MRTA, que lembra bastante os aviões japoneses. E nos, o C-390, que também tem a mesma cara. Porque isso? Simples, todos usaram conceitos já testados e aprovados, sem chances para erros e atrasos. Aviões com asa alta, dois motores, rampa traseira e tal. Isso já é usado a anos, não tem como dar errado. São técnicas já difundidas pelo mundo. A Embraer não vai fazer um avião todo diferente só para não ter a cara do C-1 ou do MRTA, eles estão nem aí com isso. O que todos essas fabricantes fizeram é o mais fácil e seguro. Não vale a pena se arriscar tanto. Olha o V-22 Osprey por exemplo, é diferente de tudo o que voa, mas é alvo de críticas até de quem projetou ele. Abs.
  12. virou moda copiar...............

    Esse projeto é anterior ao anuncio do C-390. E alias, os indianos e russos estão atrasados demais com o projeto. Não fique impressionado se os indianos se juntarem ao C-390 (já estão os sulafricanos e talvez os suecos). ;)
  13. Dúvidas

    Gostaria de saber como que compra o WOI pela internet. Tenho medo e queria um passo-a-passo para seguir! :)
  14. HEIN!?!?!? QUE PORRA É ESSA?!?!?

    Quem projetou o americano A-67 é o mesmo que projetou o KT-1 sul-coreano e que projetou o TUCANO BRASILEIRO. O nome dele é JOSEPH KOVACS. Então a semelhança tem sentido. É a missão do Kovacs aqui na Terra, espalhar um projeto de Tucano por cada país do mundo. :D
  15. Dúvidas

    Botando isso dentro do ArkRoyal.ini? [GroundObjectData] ObjectName=ArkRoyal ObjectFullName=HMS Ark Royal ObjectDataFile=ArkRoyal_data.ini Já fiz.
×

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use, Privacy Policy, and We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue..