Jump to content

Roberto Skylord

VALUED MEMBER
  • Content count

    135
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutral

1 Follower

About Roberto Skylord

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    Vitoria, ES - Brazil

Contact Methods

  • MSN
    raguimaraes@hotmail.com
  1. Wings Over Europe Libya Mission: Intercept Mission Aircraft: F-14
  2. Those are some old missions Operation Tainted Cigar F-4B - Escort Mission
  3. Some images, after a long time.
  4. E a novela continua. Vem aí o F-X2.5

    Projeto F-X2 ou F-X2.5 DEFESA@NET 08 Fevereiro 2009 Exclusivo Jobim Lança o Projeto F-X2.5 Nelson Düring Defesa@Net O ministro da Defesa Nelson Jobim, durante o programa "Bom Dia Ministro", da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) divulgado através de rede nacional de rádios, na manhã de sexta-feira (06 Fevereiro 2009) lançou o Projeto F-X2.5. A notícia, embora difundida por uma cadeia nacional de rádios, passou praticamente despercebida no meio da longa entrevista. Defesa@Net procurou contato, tanto com autoridades (MD e FAB) como com representantes das empresas que participam ou participaram das etapas de seleção do Projeto F-X2 e todos se mostraram surpresos e até estupefatos! Veja a declaração do ministro, as repercussões e as análises. A Entrevista Oficialmente o ministro Nelson Jobim falaria da Estratégia Nacional de Defesa assim como do ponto que interessa a muitos estados que é a questão referente aos aeroportos e prestação de serviços de transporte aéreo. Participaram âncoras de emissoras de rádio de todo o país. Ao responder pergunta de Marcelo Freitas (Rádio Band News/DF) sobre a Estratégia Nacional de Defesa e o Programa F-X2 o ministro respondeu como segue: "O senhor sabe que na última "short list" feita pela FAB, nós tivemos três aviões selecionados: O F/A-18 E/F americano, o Rafale francês e o Gripen NG sueco. Agora ontem (terça-feira 3 Fev) eu recebi, no Ministério da Defesa, a visita da Rosoboronexport, que é uma empresa russa que projeta o Sukhoi, o SU-35, que é o novo Sukhoi e deseja trazer complementos para ver a possibilidade de ser (re)examinado. Eu disse que era possível trazer esse material, e que a FAB examinaria. O mesmo se passou com os europeus, com os italianos em relação ao Eurofighter. Ou seja, nós teremos lá por julho, julho ou agosto, uma decisão final da escolha técnica, das opções técnicas da FAB para depois tomarmos a decisão política .... que os americanos ou franceses ou suecos possam ter entendimento com empresas brasileiras para o desenvolvimento de um caça de quinta geração no Brasil." A Mudança A visita do embaixador da Federação da Rússia, Vladimir Lvovitch Tyurdenev, liderando uma delegação da Rosoboronexport, durante a visita ao ministro da Defesa conseguiu obter o comprometimento de que a FAB (re)analisaria o caça Sukhoi Su-35, o mesmo caça, que não foi incluído na "short list" do Projeto F-X2, anunciado pela FAB, no dia 01 Outubro 2008. O que levou o ministro Nelson Jobim a aceitar que a FAB, alguém da FAB, ou a própria Comissão Gerencial do Projeto F-X2 (re)avalie o caça Sukhoi Su-35? O que há de diferente em Fevereiro de 2009, que não estava disponível até 30 de Setembro de 2008, quando a FAB finalizou o seu relatório? Passados quatro meses qual a mudança significativa? O Impacto Defesa@Net contatou representantes de várias empresas durante o fim de semana e TODOS sem exceção desconheciam esta alteração. Após o impacto da entrevista do Brigadeiro Juniti Saito, Comandante da Aeronáutica, ao Defesa@Net, comentando que a meta eram 36 aviões, mas que a crise econômica preocupava, a re-inserção do Sukhoi Su-35 em alguma etapa foi vista como um item perturbador no processo, que traz o espectro do Projeto F-X. Sombra essa que todas as empresas procuraram apagar ao longo destes quatro últimos anos haja vista a garantia da FAB de que desta vez o processo avançaria dentro de parâmetros técnicos e críveis, tanto é que as empresas apresentaram suas propostas. A Repercussão A menção ao Eurofighter foi uma promessa, feita em Outubro de 2008, aos embaixadores dos países que participam do consórcio (Alemanha, Itália, Espanha e Inglaterra), no Brasil representado pela italiana ALENIA; caso o Sukhoi fosse reintroduzido no processo, o Eurofighter também o seria. Isto como uma garantia pois as pressões eram enormes em especial antes da visita do presidente russo Medvedev em novembro de 2008. Certamente podemos acreditar que os americanos da Lockheed Martin com o F-16 Advanced também pleitearão o mesmo, ou seja estaremos voltando ao ponto inicial. E muito pior, com os lobbies a pleno vapor tumultuando o processo e desenterrando a guerra midiática de 2002-2004, que levou ao adiamento e por fim, o cancelamento definitivo do Projeto F-X em 22 Fevereiro de 2005. Em princípio, será instalado "um vale-tudo" já que o próprio Ministério da Defesa e a Força Aérea Brasileira chancelaram a virada de mesa. Fonte do MD consultada por Defesa@Net argumenta que a presente avaliação não significa que o atual processo conduzido pela Comissão Gerencial do Projeto F-X2 (CGPF-X2), sofrerá interferências. Podemos afirmar que o Projeto F-X2 não sofrerá mais interferências pois será substituído pelo F-X2.5. Isto tudo na semana em as empresas incluídas no "short list" apresentaram na segunda-feira, 02 Fev, as suas propostas ao RFP da FAB. Nota do Editor - Tanto o ministro da Defesa, Nelson Jobim, como o Comandante da Aeronáutica embarcaram para a Antártica no domingo (08 Fevereiro) http://www.defesanet.com.br/fx2/2_5.htm
  5. Comms...again

    Unfortunately seems that in the most cases, the ID of the calls are randomic. Anyhow, my settings for the SpeechSystem.ini is: [Concept050] //MSN_SPC_AI_BANDITS, Priority=FALSE TargetFragmentID=SPC_LDR_CALLSIGN CallerFragmentID=SPC_WING_NUMBER BodyFragment001=SPC_LDR_CALLSIGN BodyFragment002=SPC_WING_NUMBER BodyFragment003=SPC_AI_BANDITS_CALL [Concept051] //MSN_SPC_AI_TAKING_DAMAGE, Priority=FALSE TargetFragmentID=SPC_LDR_CALLSIGN CallerFragmentID=SPC_WING_NUMBER BodyFragment001=SPC_LDR_CALLSIGN BodyFragment002=SPC_WING_NUMBER BodyFragment003=SPC_AI_TAKING_DAMAGE [Concept052] //MSN_SPC_AI_BAILING_OUT, Priority=FALSE TargetFragmentID=SPC_LDR_CALLSIGN CallerFragmentID=SPC_WING_NUMBER BodyFragment001=SPC_LDR_CALLSIGN BodyFragment002=SPC_WING_NUMBER BodyFragment003=SPC_AI_BAILING_OUT [Concept055] //MSN_SPC_AI_WATCH_SIX, Priority=FALSE TargetFragmentID=SPC_LDR_CALLSIGN CallerFragmentID=SPC_WING_NUMBER BodyFragment001=SPC_LDR_CALLSIGN BodyFragment002=SPC_WING_NUMBER BodyFragment003=SPC_AI_WATCH_SIX [Concept056] //MSN_SPC_AI_BREAK, Priority=FALSE TargetFragmentID=SPC_LDR_CALLSIGN CallerFragmentID=SPC_WING_NUMBER BodyFragment001=SPC_LDR_CALLSIGN BodyFragment002=SPC_WING_NUMBER BodyFragment003=SPC_AI_BREAK [Concept058] //MSN_SPC_AI_SAM_WARNING, Priority=TRUE TargetFragmentID=SPC_LDR_CALLSIGN CallerFragmentID=SPC_WING_NUMBER BodyFragment001=SPC_LDR_CALLSIGN BodyFragment002=SPC_WING_NUMBER BodyFragment003=SPC_AI_SAM_WARNING [Concept059] //MSN_SPC_AI_AAM_WARNING, Priority=TRUE TargetFragmentID=SPC_LDR_CALLSIGN CallerFragmentID=SPC_WING_NUMBER BodyFragment001=SPC_LDR_CALLSIGN BodyFragment002=SPC_WING_NUMBER BodyFragment003=SPC_AI_AAM_WARNING This always generate calls like "Asp Lead, 2 SAM Lauch!" or "Oyster Lead, 4 Bandits.". One thing that I do, usually works fine in SP4 but not working so good after the last patch, is press CTRL+R after a call of "SAM Launch". You will padlock on the launcher, not on the missile, but with the mod that adds smoke trail to the SAMs it gives you some clue from where and, most important, to where the missile is going. That's my main way to keep an eye on SAMs. Man I hate SAMs!
  6. Comando da Aeronáutica Pré-seleciona candidatos do Projeto F-X2 O Comando da Aeronáutica informa que, em obediência ao cronograma de renovação da frota das aeronaves de combate da Força Aérea Brasileira – FAB, completou mais uma etapa do processo de seleção dos novos caças multi-emprego a ser incorporados ao seu acervo. A Comissão Gerencial do Projeto F-X2 (CGPF-X2), instituída em 15 de maio de 2008, conduziu os estudos de avaliação das aeronaves pré-selecionadas (Boeing F-18E/F Super Hornet, Dassault Rafale, Eurofighter Typhoon, Lockheed Martin F-16 Adv, Saab Gripen NG e Sukhoi SU-35), de forma a elaborar uma lista reduzida (short list) nesta etapa do processo. A concretização desta short list visou a garantir o atendimento aos requisitos operacionais para aeronave de caça multi-emprego estabelecidos pelo Estado-Maior da Aeronáutica e permitir o aprofundamento das avaliações dos sistemas de armas candidatos que foram selecionados nesta fase. Os estudos tiveram por base as informações fornecidas pelas empresas em resposta aos pedidos de informações (do inglês Request For Information - RFI), emitidos em Junho de 2008. Os dados provenientes das empresas participantes foram avaliados de forma sistêmica, considerando aspectos referentes às áreas operacional, logística, técnica, Compensação Comercial (offset) e transferência de tecnologia para a Indústria Nacional de Defesa. A partir de agora, na nova etapa do processo de seleção, as avaliações irão concentrar-se nas seguintes aeronaves componentes da short list (listadas aqui em ordem alfabética dos respectivos fabricantes): BOEING (F-18 E/F SUPER HORNET), DASSAULT (RAFALE) e SAAB (GRIPEN NG). As 36 aeronaves, que integrarão o 1º lote, deverão ser entregues a partir de 2014, com expectativa de vida útil de, no mínimo, 30 anos. Assim, ao longo dos próximos anos, haverá a substituição, gradativamente, dos atuais caças Mirage 2000, F-5M e A-1M. O conjunto de conhecimentos e capacitação tecnológica adquiridos nesta aquisição irá contribuir para que o Brasil tenha condições de produzir ou participar da produção de caças de 5ª geração em um futuro de médio e longo prazo. Por fim, o Comando da Aeronáutica ressalta que este processo representa um importante avanço para sua Indústria de Defesa com reflexos duradouros, possibilitando parcerias estratégicas de longa duração. No correr do próximo ano, deverá ser conhecido o vetor selecionado, tão logo as fases subseqüentes sejam concluídas. CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA AERONÁUTICA
  7. Ok, let's make one step at time. First, uninstall the simulator. If any folder remains, delete (make a backup first if you want but since it's not working now, the backup is useless). Then install the simulator, and make fly. Don't patch, don't install anything more. Just make a clean install and try to make a flight. After that, post your results here.
  8. Yeah, but it's normal. I always got this kind of things every time that I change the version of MSFS. The difference is the wait and search for new planes, sceneries, better settings, etc, etc, etc.... Well, since I'm testing my Libya Campaign, I decide return to pre-patched WOE. Enemies setted on HARD (as usual), Flight in HARD, Ubber AI 2 running up. I make a parallel WOE install to compare new campaign parameters.
  9. Hi WarlordATF and all. I'm getting exactly the same problem with the Libya terrain and just like you, still don't find the solution. The HeightOffset seems to be solved the problem of the flickering sea on the Libya terrain. Base my navy planes on land is not an option for me. I still didn't patched Falklands and Cuba mods. Ok, a little sistematic here: 1. the carrier stations on libya_data.ini seems ok 2. the problems happens with any carrier (stock or thirds). 3. occurs in campaigns and in single missions 4. AI planes are placed under water and then explodes or fall to the water where the carrier would be (and explode). 5. the sea surface seems irregular. The hull of the carrier sometimes go outside of water. 6. the carrier moves in diagonal, around 30 degrees from the direction of the bow. 7. everything works fine in the stock terrain. My knowledge about terrains building at this moment is nothing, I would appreciate any help with this problem. :yes:
  10. Wrench or any terrain wizard. There are some leveling on sea for carrier areas? I updated my WOE with the last patch. All thing are working fine with only few flight model problems, except that I can't take off in a campaign using the aircraft carrier on Libya terrain. The planes explodes on carriers (all carriers) or are loaded under water. The carrier itself looks leaned bow or stern.
  11. 1. Download the Weapon Editor for WOI (search on the download section) and unzip it. 2. Delete the weapondata.dat from the weapons folder of your updated WOE. 3. Open the Weapons Editor, open the weapondata.ini (from the folder above) and save it.
  12. Wich version of WOV you using? Are differences between Patch 3 and 4 concerning Ground objects, and some of these ships are for Patch 3.
×

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use, Privacy Policy, and We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue..