Jump to content
Sign in to follow this  
Bolovo

Super Tucano da Blackwater

Recommended Posts

Ao que tudo indica, a empresa de segurança privada norte-americana Blackwater tornou-se a primeira operadora privada, em todo o mundo, do turboélice de ataque brasileiro Embraer EMB-314 Super Tucano. Segundo nossa reportagem apurou, o exemplar de C/n 31400082 foi adquirido pela empresa norte-americana EP Aviation LLP, e já foi recebido, tendo a matrícula civil N314TG, emitida pela FAA (autoridade aeronáutica norte-americana), segundo a qual trata-se de um exemplar da versão EMB-314B1 (monomotor, biplace, segundo a documentação emitida nos EUA), com Código de Modelo S Nº 50653535. A certificação da FAA para o aparelho foi emitida em 21 de fevereiro deste ano.

A EP Aviation tem sede em Maclean, na Virgínia, e seria uma “subsidiária” da Blackwater. Neste contexto, sabe-se extra-oficialmente que o Super Tucano estaria baseado no aeródromo de Elizabeth City – que fica cerca de 32km, apenas, da “base aérea oficial” da própria Blackwater.

Desde agosto do ano passado, o meio aeronáutico mundial já sabia que a Blackwater estava buscando adquirir um turboélice militar Embraer EMB-314 Super Tucano, que seria utilizado para fins de treinamento de pilotos para combate anti-insurgência e anti-guerrilha, com a informação tendo sido dada pelo próprio presidente da empresa, Gary Jackson. Segundo fontes estrangeiras não-oficiais, entre as características que favoreceriam a escolha do avião brasileiro estava a sua baixa velocidade (se comparado a um jato), que o tornaria “um excelente avião de ataque ao solo”.

Conhecida por ter contratos milionários com o governo norte-americano, servindo hoje como força militar privada à serviço deste, com um contingente enorme em países estrangeiros aonde existe intervenção dos EUA, como o Iraque, a Blackwater já possui uma força de helicópteros de combate, armados, mas aparentemente vinha sentindo necessidade de vetores aéreos tripulados de combate mais velozes e ágeis (sobretudo para suas operações no estrangeiro). Este Super Tucano, do qual se tem agora a confirmação de ter sido adquirido, seria o primeiro passo, pois servirá para o treinamento de pilotos. Segundo se sabe, este aparelho não deverá sair dos EUA, nem ser utilizado em combate real.

 

Fonte: Notícias - revista ASAS

 

É. A Blackwater viu o que militares americanos não quiseram vêr, ao adquirirem aquele Pilatus suiço disfarçado de Raytheon Mark não-sei-quanto.

 

Fotos dele aqui em SJC (fotos da aerowordnews)

 

galeria_1_1203737896.jpg

 

galeria_1_1203738352.jpg

 

 

Texto do colega Jambockrs, de outro fóum, e fotos do aeroworldnews.com.br

 

 

Todo branco, bonitão! :clapping:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Será que esse calhambeque de Volkswagen Minibus também veio do Brazil? :rofl::clapping:

Não exatamente. :biggrin:

 

Essa foto é em São José dos Campos/SP, sede da Embraer.

Share this post


Link to post
Share on other sites
air america?

a dos Hueys armados?

 

a blackwater é uma firma de mercenários que trabalham para o governo americano no iraque. eles contratam pessoal em vários países e mandam pra lá para servirem de soldados onde os americanos não querem que cidadãos americanos corram perigo desnecessário

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

×

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use, Privacy Policy, and We have placed cookies on your device to help make this website better. You can adjust your cookie settings, otherwise we'll assume you're okay to continue..